Outros

Aqui é o espaço dedicado para as situações paralelas mas não menos importantes.

Medicamentos para humanos perigosos para os animais

Se alguns humanos cometem erros ao decidirem que medicamentos tomar sem consultar um médico, o perigo é ainda acrescido ao receitarem medicamentos para os próprios animais. Danos irreparáveis e morte devido a diagnósticos errados ou medicamentos que são tóxicos para cães e gatos não são assim tão raros.

Os medicamentos para os humanos estão estruturados para o sistema digestivo humano e para actuarem de forma mais eficaz no corpo das pessoas. O sistema digestivo dos cães e gatos, embora muito semelhante ao dos humanos, não funciona da mesma forma. Em alguns casos os medicamentos têm mesmo o efeito contrário daquele que é suposto ter nos humanos.

Os órgãos do sistema digestivo dos cães e gatos não têm capacidade para absorver e sintetizar medicamentos que são utilizados frequentemente para tratar pequenas doenças nos humanos. Para além disso, o peso dos animais varia bastante em relação ao nosso e o risco de sobredosagem é elevado.

Medicamentos que não devem ser administrados a cães e gatos:

Anti-inflamatórios não-esteroides (AINE)


Os anti-inflamatórios não-esteroides são um vasto grupo de medicamentos usados nos humanos para combater inflamações, acalmar a dor e baixar a temperatura do corpo.

Neste grupo encontram-se alguns dos medicamentos mais utilizados pelos humanos Os nomes mais conhecidos neste grupo são: ácido acetilsalicílico (Aspirina), ibuprofeno e naproxeno.

Por serem comuns em casa e por serem talvez os medicamentos que os humanos utilizam sem consultar os médicos são provavelmente os mais dados aos animais. Consequentemente, o maior número de casos de intoxicação nos cães e gatos resulta efectivamente da administração destes medicamentos.

Estes medicamentos podem provocar úlceras no estômago e intestinos e, no caso dos gatos, problemas nos rins.

Acetaminofeno ou Paracetamol


Próximo do grupo anterior, mas praticamente sem propriedades anti-inflamatórias está o acetaminofeno ou paracetamol (Ben-u-ron e similares).

Um dos principais problemas que este medicamento pode causar é a destruição dos glóbulos vermelhos e prejudicar o transporte de oxigénio, o que pode ser fatal. Os gatos são especialmente sensíveis ao paracetamol.
(Deve ter-se particular atenção com o Paracetamol nos gatos! Pouco mais de 1/4 de comprimido pode ser suficiente para matar um gato adulto! Nunca esquecer isso!!!)

Antidepressivos


Os antidepressivos (Prozac, entre outros) são geralmente receitados por psiquiátricos para tratar problemas como depressão, ansiedade, alterações de humor, etc.

Nos cães e gatos estes medicamentos podem levar à letargia, vómitos e até ao síndrome da serotonina que pode ser fatal.

Vitamina D e derivados


Os cães e gatos são particularmente sensíveis a fármacos com vitamina D ou calciferol. Quando ingeridos podem levar a picos de cálcio no sangue dos animais que provocam vómitos, perda de apetite, falha de rins nas 24 horas após a exposição.

Baclofeno


Este princípio activo usado em medicamentos para o relaxamento muscular pode interferir no sistema nervoso central dos animais, causando desorientação, ataques, coma e mesmo a morte.

Metilfenidato


Os medicamentos que têm este princípio activo (Ritalin, por exemplo) são utilizados no tratamento da Hiperatividade e Défice de Atenção.

Nos cães e gatos, os medicamentos produzidos com metilfenidato agem como estimulantes elevando o ritmo cardíaco, pressão sanguínea e temperatura, podendo causar ataques.

Fluorouracila


Os medicamentos produzidos com base na fluorouracila são usados no tratamento tópico de cancro nos humanos, mas se ingeridos pelos animais são extremamente tóxicos. Podem tornar-se rapidamente fatais e causam vómitos, ataques e paragens cardíacas.

Isoniazida


Geralmente utilizado no combate à tuberculose, nos animais pode provocar ataques. Os cães são particularmente sensíveis pois não conseguem fazer a metabolização deste princípio activo de forma tão eficaz como os humanos ou até outros animais.

Pseudoefedrina


Utilizada como descongestionante nasal, a pseudoefedrina não seria à partida algo com que nos devêssemos preocupar. A verdade é que nos animais actua como um estimulante e pode provocar o aumento da frequência cardíaca, temperatura e pressão sanguínea e causar ataques.

Antagonistas beta


São medicamentos sobretudo utilizados para prevenir e controlar crises de arritmia. A ingestão de pequenas doses pode causar problemas sérios nos animais. Leva à diminuição da pressão sanguínea e do ritmo cardíaco podendo colocar o animal numa situação de risco de vida.

Estes são alguns dos fármacos mais perigosos para os cães e gatos. Outros medicamentos tóxicos mas cujas consequências não são tão graves não estão aqui listados. Por isso não dê qualquer medicamento ao seu animal sem antes consultar um veterinário.

Nota: Por favor note que este artigo refere-se sobretudo ao princípio activo de cada medicamento e não ao nome do medicamento em si, embora possa fazer referência a alguns nomes mais conhecidos.
_______________________________________________________

NOVO GATIL

Este é o nosso projeto para o Gatil com 3 boxes caninas.
Precisamos de todo o tipo de doações, desde cimento a tijolos, chapas, rede, etc. ou mesmo quem tenha um contentor que venda a um preço acessível (por ex. como os da imagem)...
Será construído por voluntários e irá abrigar muitos animais.
É muito urgente termos tudo o mais rapidamente possível.
Muito obrigada e agradece-se a partilha.




__________________________________________________________________________________
É bom limpar os nossos pés e as patinhas do nosso amiguinho nisto todos os dias!

_______________________________________________________
Quer aumentar a produtividade?
Leve o seu animal para o trabalho!

Vários estudos revelam que é muito positivo levar o animal para o local de trabalho, podendo mesmo aumentar a produtividade e reduzir o stresse.
A investigação indica ainda que os colaboradores ficam mais calmos e trabalham com mais entusiasmo.
Existem dois benefícios na convivência de um animal numa empresa: o aumento da auto-estima e o crescimento da produtividade no ambiente de trabalho.
Actualmente, nos Estados Unidos, uma em cada cinco empresas permite a visita de animais de estimação.

Segundo a Associação Americana de Fabricantes de Produtos para Animais, 75 milhões dos norte-americanos acreditam que a presença dos animais de estimação no local de trabalho faz as pessoas mais felizes e 70 milhões acreditam que eles reduzem o stresse dos colaboradores.
Inspirada por este comportamento americano, já houve empresas portuguesas a organizar uma semana dedicada aos cães.

Os colaboradores ficaram muito felizes por terem levado os seus bichos para o escritório.
By Jornal i





__________________________________________________________________________________
Sabe tudo sobre gatos?

Os gatos foram domesticados inicialmente no Oriente Médio nas primeiras vilas agrícolas do Crescente Fértil.
Os sinais mais antigos de associação entre homens e gatos datam de 9 500 anos atrás e foram encontrados na ilha de Chipre.
Quando as populações humanas deixaram de ser nómadas, a vida das pessoas passou a depender substancialmente da agricultura.
A produção e armazenamento de cereais, porém, acabou por atrair roedores, foi nesse momento que os gatos vieram a fazer parte do quotidiano do ser humano: eliminar os ratos que invadiam lugares onde eram armazenados os alimentos.
Registos encontrados no Egipto, como gravuras, pinturas e estátuas de gatos, indicam que a relação desse animal com os egípcios data de pelo menos 5 000 anos. Nessa época, os gatos eram venerados e considerados animais sagrados.
O amor dos egípcios por esse animal era tão intenso que havia leis proibindo que os gatos fossem “exportados”.
Qualquer viajante que fosse encontrado traficando um gato era punido com a pena de morte.
Quem matasse um gato era punido da mesma forma e, em caso de morte natural do animal, seus donos deveriam usar trajes de luto.





________________________________________________________


Não Abandone o Seu Animal - Nunca Num Canil/Gatil Municipal

Muita gente de forma inocente pensará nos canis municipais como sítios onde um animal pode ficar por uns tempos até que alguém o adopte.
Pelo contrário, os canis municipais que temos são sobretudo matadouros de animais, sítios horríveis que deixam em lágrimas muitos dos que têm a coragem de lá entrar, onde os animais aguardam o seu abate durante uma semana ou mais apanhando doenças uns dos outros, em contacto com animais feridos, alguns moribundos, mães e filhos, em trelas que não os deixam deitarem-se, com as patas feridas do ácido da urina pelo chão, onde gatos empilhados em gaiolas urinam e defecam uns para cima dos outros. À espera no seu corredor da morte.
Um ou outro felizardo acaba sendo adoptado se sobreviver o tempo suficiente neste campo de concentração: uma pesquisa na net menciona 8% de adopções, sobrevive menos de um por cada dez animais.
O Canil/Gatil Municipal de Lisboa fala em 27%: um sobrevivente em cada quatro.
Aliás, veja-se a fraca ou nenhuma divulgação dos animais nos canis municipais e a sua própria localização, normalmente em sítios de difícil acesso, por exemplo o Canil/Gatil Municipal de Lisboa fica escondido no Monsanto apenas acessível de carro, e o site do canil mostra as mesmas fotografias à anos...
Em Lisboa o Canil/Gatil Municipal faz parte do departamento de Limpeza Urbana: o que mais se pode dizer sobre um animal lá deixado do que isto?
Que este ser vivo é lixo a ser "limpo", um eufemismo para o seu abate + cremação.
Não será preciso grande sensibilidade para se ver que um animal não é lixo: é um ser vivo, como você e eu, com a capacidade de sentir e percepção do que o rodeia.
Que horror é este que andamos a patrocinar com dinheiros públicos?
Ora isto não tem de ser assim, as coisas podem mudar quando pessoas suficientes se importarem e virem que pode ser de outra forma. Que tal sofrimento não tem de acontecer, que melhor é possível para estes seres.
E há cada vez mais gente a importar-se, a indignar-se, basta procurar um pouco.
Há quem proponha o fim dos abates, substituídos pela esterilização e devolução ao meio dos animais capturados; que as associações animais (que neste contexto serão os que melhor defenderão os interesses dos animais) estejam ligadas ao canil e promovam a adopção dos animais, através de eventos públicos e sites como a Adopta-me.

E você pode fazer muita coisa:
  • Escreva ou envie emails aos responsáveis do seu canil municipal expressando a sua indignação, pedindo melhor.
  • Visite o seu canil municipal e inteire-se dos animais. Talvez se possa oferecer para os passear nas zonas limítrofes. Repare: os animais entram, ficam uns tempos e são abatidos "anonimamente" sem que ninguém se importe ou saiba deles (os funcionários estão "apenas a fazer o seu trabalho"). A menos que humanos tenham percepção do que se passa, estes milhares de mortes anuais não têm voz, é como se nunca tivessem existido.
  • Colabore com grupos que tentam mudar esta situação para melhor
By Adopta-me










________________________________________________________________________________

MATADOURO DE ANIMAIS DOMÉSTICOS

Sim leu bem, na zona de Cascais soubemos e verificamos um caso de um matadouro de animais domésticos.
Situado numa zona movimentada, este horrível local chamou-nos a atenção devido a um cão que se encontrava acorrentado na parte da frente da casa em obras, e que era constantemente maltratado.
Ontem (06-04-2012) decidimos ir salvar o pobre animal, mas quando lá chegamos não havia cão, apenas um vasto rasto de destruição, decidimos entrar no terreno da casa, e qual foi a nossa surpresa quando nos deparamos com um cenário mórbido. Vários sacos de plástico com um conteúdo que se esperava não encontrar, valas, etc...
Montes de boxes muito pequenas feitas numa parede, outras mais à frente todas em rede e uma "garagem" com respiradouros para animais de grande porte.
Nas traseiras havia fio eléctrico e mangueiras, e acho que nesta parte se dispensa pormenores...
Depois deste cenário horrível, pedimos a todos que saibam de animais maltratados que nos avisem.Este matadouro encontra-se num sítio SÚPER movimentado.
POR FAVOR LEMBREM-SE:
1º- Maus-tratos a animais é crime
2º- Podem salvar vidas






__________________________________________________________________________________









Sem comentários:

Enviar um comentário